pia

to

U

A distância entre
o ideal e o real

Conheça as origens e sentidos
da palavra ‘utopia’

A utopia, enquanto ideal
de sociedade, costuma se projetar
no futuro, mas soa como um verbo
conjugado no pretérito imperfeito.
A utopia ia, existia, resistia

Ilustração do século XVI

Utopia rima com melancolia.
Os organizadores da edição de
“Utopia”, de Thomas More, pela
Cambridge University Press, dizem
que o livro é “bastante melancólico”

melancolia

utopia

A palavra “utopia” foi cunhada pelo
próprio More, a partir da fusão do
advérbio grego “ou”, que quer dizer
“não”, com o substantivo “tópos”,
“lugar”, arrematando o neologismo
com uma terminação latina

Hans Holbein

Hieronymus Bosch

Ao mesmo tempo, More fez um
trocadilho com outro termo grego,
“eutopía”, que significa “lugar feliz
ou afortunado”. O lugar feliz é um
não lugar, lugar nenhum, nenhures?

O discurso sobre a república ideal
se insere na tradição da “República”
de Platão, e discute até que ponto
o moralmente correto (como
a igualdade) é compatível com
o eficaz (como a estabilidade)

Silanião

A melancolia de “Utopia” reside
nessa dificuldade de colocar o ideal
na prática. Por isso a república mora
num não lugar. E por isso a palavra
ganhou também o sentido de
“quimera” e “fantasia”

Gif Tenor

O livro de More de certo modo
antecipou o ponto extremo a que
a humanidade chegaria no século 20,
com o advento de sociedades
pretensamente igualitárias sob
regimes totalitários

Foto Unsplash

Hoje, é impossível falar
em utopia sem falar em “fim”
e “morte”. A palavra que
representa o futuro parece
mesmo ter ficado no passado

Foto Unsplash

Mas para a organizadora do
“Dicionário das utopias”, Michèle
Riot-Sarcey, é preciso reivindicá-la
como forma de resistência:
“a atualidade da utopia é também
a atualidade da liberdade crítica”

Foto Pexels

Texto
Sofia Muriutti

Arte
Gustavo Balducci

Este conteúdo faz parte do ‘Léxico’, uma seção do ‘Nexo’ dedicada à etimologia das palavras, com textos das escritoras Sofia Mariutti e Sofia Nestrovski

LEIA MAIS

Apoie o jornalismo
independente de qualidade
e tenha acesso ilimitado
a conteúdos como esse.

ASSINE O NEXO