As mentiras na eleição. E como se prevenir no dia da votação

Bolsonaro, PT e pesquisas eleitorais são alvos frequentes de boatos nas redes sociais durante a campanha. Veja verificações e saiba como não ser enganado

A campanha brasileira de 2018 foi marcada pelo uso do WhatsApp como um grande canal para os eleitores decidirem o voto e se informarem sobre a política. Ou, em muitos casos, se desinformarem.

Textos, vídeos e fotos enganosos são facilmente disseminados nas redes sociais, inclusive em aplicativos de mensagem. Em geral, são mensagens chamativas ou escandalosas que reforçam visões de mundo dos eleitores ou criam medo de que determinado candidato seja eleito.

Algumas características para você desconfiar de que a informação é verdadeira e não ser enganado na hora de votar, neste domingo (7):

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.