Manual básico para iniciar as crianças nos jogos de tabuleiro

Dos clássicos às novidades recentes, modalidade ‘física’ traz diversos benefícios pedagógicos aos pequenos

    Temas

    Os tempos são de jogos em telas. Crianças hipnotizadas por tablets e smartphones viraram uma cena do dia a dia. Nessa era digital e conectada, falar em jogos de tabuleiro, daqueles com dados, pecinhas e cartas, pode parecer pitoresco ou anacrônico.

    É uma impressão errônea. O mercado de jogos de tabuleiro tem se fortalecido em muitos países nos últimos anos. A feira alemã Spiel, maior evento mundial do setor, atraiu 910 expositores de 41 países em 2015. Os dados mais recentes do varejo dos EUA e Canadá, para 2014, indicam um crescimento de 20% nessa categoria. O papel da internet em auxiliar a renascença dos jogos à moda antiga é reconhecido entre os fãs. Entre os motivos estão o acesso a lojas especializadas e a criação de comunidades específicas em sites ou fóruns, além da difusão de informações sobre os jogos.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.