Uma nova era de escrita e sociabilidade proporcionada por livros virtuais
Foto: Ricardo Monteiro/Nexo

Uma nova era de escrita e sociabilidade proporcionada por livros virtuais

Wattpad reúne milhões de obras de escritores anônimos que se tornam celebridades com milhares de seguidores. Mas só entram na Bienal do Livro se forem publicados em papel

No aplicativo de escrita Wattpad, lar de milhões – sim, milhões – de livros, os escritores são sociáveis e ativos. As obras, caudalosas mas incorpóreas, vivem bem no equilíbrio frenético dessa nuvem de arquivos que conecta celular, tablet e computador. Publicar em papel é um processo seletivo e lento demais, e os leitores do aplicativo – 45 milhões, espalhados pelo mundo – não aceitam esperar. São entusiasmados e têm pouco da disposição saturnina típica da espécie: atuam deixando comentários para os autores, quase sempre em tom positivo, quase sempre pedindo novos capítulos, quase nunca seguindo as regras da gramática, essa normativa. Desde 2006, quando o Wattpad foi lançado por dois engenheiros canadenses, uma nova era de escrita e sociabilidade começou: os filmes de “high school” que corram atrás, os clichês já não são mais o que eram.

Para quem aqui estiver sendo pego de surpresa, um rápido guia de como tudo isso funciona. Uma vez que se tem acesso à internet, basta baixar o aplicativo Wattpad e fazer login. Imediatamente pipocam sugestões de leitura, separadas pelos gêneros de maior sucesso: romance, fantasia, ficção científica e terror (incluindo-se, frequentemente, o complemento “hot"). O leitor talvez sinta uma atração por ler não só o texto principal, mas os comentários dos outros leitores, e seus dedos coçarão até que comece ele também a registrar suas opiniões. Poderá, como os demais, "favoritar" obras – para receber as notificações de atualização – e seguir o autor nas redes sociais, a fim de acompanhar, virtualmente, os caminhos que entrelaçam arte e vida, Wattpad e Facebook.

Ao contrário do que prega certo senso comum – “as novas gerações não gostam de ler” –, no Wattpad, quanto mais longo o livro, maior o fã-clube: ganha pontos a história que tiver mais de setenta capítulos. Se fizer parte de uma série, então, ainda melhor. Entrar em uma obra dessas é conhecer algo do funcionamento do tempo – não é pelas páginas que se mede a extensão de um texto, mas em um cálculo estimado de minutos que se leva para seguir um trecho até o final. A barra de avanço no topo da janela fica lá para nos lembrar: faltam oito minutos até o final do capítulo; sete minutos; seis… Talvez a constante interrupção de notificações do WhatsApp lembrem ao usuário que ainda há um mundo lá fora. Ou melhor, lá dentro. Ou alhures – nesse espaço sem espaço que é a virtualidade, dentro e fora são categorias que enlouqueceram.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.