Cerveja artesanal avança no Brasil com pequenos e ‘ciganos’
Foto: Rick Wilking /Reuters-out/2007

Cerveja artesanal avança no Brasil com pequenos e ‘ciganos’

Nas últimas décadas, a quantidade de microcervejarias e cervejeiros sem fábrica própria vem crescendo no país apesar de desafios como o mercado concentrado e a tributação pesada

    Em novembro deste ano, uma grande rede de supermercados anunciou um “festival” em suas lojas. As prateleiras de cerveja, habitadas pelas mesmas “loiras geladas” e algumas “especiais” importadas, contavam com 50 rótulos de visual chamativo que indicavam produções de 10 microcervejarias nacionais. Entre elas, a paraense Amazon Beer, a catarinense Bierland e as paulistas Dama, Madalena e Dortmund. As que tivessem melhores números de venda, ganhariam lugar fixo nas prateleiras da rede.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

    Conteúdo exclusivo para assinantes

    Gosta do nosso jornalismo?

    Somos um jornal independente, por assinatura, e sem publicidade, financiado por vocês, nossos leitores. Jornalismo de qualidade no qual você pode confiar.

    • → O essencial para estar bem informado todos os dias
    • → Notícias de forma clara, equilibrada e organizada
    • → Newsletters exclusivas
    • → Acesso a nossos gráficos e especiais

    Esteja conectado com o melhor da informação.
    Torne-se um assinante. Junte-se ao Nexo!