Devagar. É assim que muita gente prefere viver
Foto: Dan Zen/Reprodução/Flickr

Devagar. É assim que muita gente prefere viver

Esqueça a pressa. Tendência da vez, o movimento ‘slow’ quer ensinar que o tempo das coisas precisa ser respeitado

Reclamar da correria e dizer que anda trabalhando demais são hábitos banais no dia a dia frenético das grandes cidades. Companhia constante de quem quer dar conta de tudo, a pressa obriga as pessoas a deixarem de lado prazeres básicos como fazer uma refeição completa com tranquilidade ou ter uma conversa compenetrada com alguém. A boa notícia é que pessoas do mundo inteiro estão repensando esse modelo. A cultura “time is money”, que há tantas décadas nos obriga a correr de um lado para o outro, pode estar com os dias contados.

A discussão surgiu nos anos 80, na Itália, quando um grupo de amigos indignados com a abertura de uma rede de fast food em plena Piazza di Spagna, em Roma, passou a se reunir para questionar o que estaria levando a sociedade a comer algo pouco saudável e prazeroso para não perder tempo. Nascia o ‘Slow food’, primeiro movimento de reação à ditadura do "quanto mais rápido, melhor".

 

ASSINE O NEXO PARA
CONTINUAR LENDO

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.