Profissão

‘O serviço público precisa avançar muito em questões de raça’

Conheça Aline dos Santos, ouvidora da Empresa de Pesquisa Energética que trabalha na linha de frente do relacionamento com o cidadão, transformando reclamações em melhorias dos processos internos

Engenheira química de formação, Aline Maria dos Santos passou por diversos cargos na administração pública. Já foi professora, militar e, desde 2008, é ouvidora da EPE (Empresa de Pesquisa Energética). Integra o pequeno contingente de mulheres negras que têm cargos no setor público federal. De acordo com estudo elaborado por técnicos de Planejamento e Pesquisa da Diretoria de Estudos e Políticas Sociais do Ipea (Instituto de Pesquisas Aplicadas), somente 7,5% das funcionárias públicas negras estão no nível federal que, via de regra, tem as melhores faixas de remuneração do funcionalismo público. Apesar de os negros ocuparem 47% dos empregos no setor público do país, essa parcela da população ainda é reduzida às carreiras menos valorizadas. Isso faz com que mulheres negras ocupadas no setor público tenham rendimento médio mensal no trabalho equivalente a apenas 45% daquele auferido por um homem branco.

Santos, no entanto, não se enquadra nas estatísticas. Famosa exceção à regra, apesar de se sentir solitária no seu olhar de mulher negra, ela hoje trabalha em um plano estratégico do comitê interno de diversidade da EPE que ajude a potencializar o objetivo estratégico da empresa, entendendo as vantagens que um ambiente mais diverso pode agregar. Ela também faz parte do Columbia Women’s Leadership Network Brazil, programa da universidade americana Columbia que visa formar redes e preparar mulheres com perfil de gestão e liderança, promovendo um aprendizado prático sobre temas urgentes.

Como ouvidora, ela trabalha na linha de frente no relacionamento com o cidadão, abrindo as portas da instituição para promover a participação e o controle social. Transformando as reclamações, denúncias, sugestões, elogios e solicitações em formas de aperfeiçoar processos e estratégias internas. Entre suas conquistas, está a incorporação das recomendações da Ouvidoria ao relatório da EPE e a estruturação de um procedimento para o tratamento de denúncias.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.