O abraço político do MBL em Sergio Moro, agora oficialmente

Líderes do grupo que surgiu no movimento pelo impeachment de Dilma se filiam ao Podemos, partido pelo qual o ex-juiz e ex-ministro de Bolsonaro quer virar presidente. Entenda o histórico e o potencial dessa união

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte dos nossos conteúdos são exclusivos para assinantes. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

    Integrantes do MBL (Movimento Brasil Livre) se filiam nesta quarta-feira (26) ao Podemos, partido do pré-candidato à Presidência Sergio Moro. O “Durma com essa” mostra o histórico e o potencial da união entre o grupo que surgiu no movimento pelo impeachment de Dilma Rousseff e o ex-juiz da Lava Jato e ex-ministro da Justiça. O programa traz também o redator Estêvão Bertoni falando sobre o recrudescimento da pandemia de covid-19 no Brasil e o repórter especial João Paulo Charleaux comentando as festas que podem custar o cargo do primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson.

    Assine o podcast: Spreaker | Apple Podcasts | Deezer | Google Podcasts | Spotify | Outros apps (RSS)

    Colaborou Roberto Soares

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.