Como as chuvas reavivam traumas em Minas Gerais

Mineradoras Vale, Usiminas, CSN e Vallourec interrompem operações no estado, castigado por fortes chuvas. Atenção com barragens traz de volta memória das tragédias de Mariana e Brumadinho

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte dos nossos conteúdos são exclusivos para assinantes. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

As empresas Vale, Usiminas e CSN anunciaram nesta segunda-feira (10) a interrupção de suas operações em Minas Gerais por questões de segurança, após a intensificação das chuvas no estado, no fim de semana. A Vallourec está com as atividades suspensas pela Justiça após o transbordamento de uma barragem na cidade de Nova Lima, no sábado (8). O “Durma com essa” conta como a destruição no estado reaviva os traumas de Mariana e Brumadinho. O redator Cesar Gaglioni fala sobre as medidas que poderiam ter minimizado a tragédia na cidade mineira de Capitólio, onde um pedaço de rocha desabou de um cânion durante uma tromba dágua e matou dez pessoas que andavam de lancha no Lago de Furnas. E o repórter especial João Paulo Charleaux comenta a derrota chavista em Barinas, na Venezuela.

Assine o podcast: Spreaker | Apple Podcasts | Deezer | Google Podcasts | Spotify | Outros apps (RSS)

Colaborou Deisi Witz

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.