E a CPI da Covid, hein? As ações para que não caia em esquecimento

Comissão de Direitos Humanos do Senado aprova convite para que Aras explique quais encaminhamentos deu ao relatório da investigação que atribuiu nove crimes a Bolsonaro na pandemia

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte dos nossos conteúdos são exclusivos para assinantes. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

    A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado aprovou nesta terça-feira (23) um convite para que Augusto Aras explique o que a Procuradoria-Geral da República fará com relatório da CPI da Covid, entregue a ele em 27 de outubro com pedidos de punição do presidente Jair Bolsonaro e outras 77 pessoas. Responsável por analisar os fatos atribuídos a 13 nomes com foro privilegiado, Aras até agora apenas abriu uma apuração preliminar, procedimento interno que virou praxe de sua gestão, sem se desdobrar em investigações oficiais. O “Durma com essa” fala sobre as ações dos senadores que fizeram parte da CPI para não deixar os resultados da investigação caírem em esquecimento. O programa também traz a participação do redator Marcelo Roubicek, que lista as propostas que mobilizam o Congresso a um mês do recesso, e do repórter especial João Paulo Charleaux, que comenta as eleições regionais na Venezuela.

    Assine o podcast: Spreaker | Apple Podcasts | Deezer | Google Podcasts | Spotify | Outros apps (RSS)

    Colaborou Roberto Soares

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.