Existe saída para a violência no Brasil?

O podcast ‘Entreaberta’, parceria do ‘Nexo’ com o Instituto de Governo de Aberto e a Fundação Friedrich Ebert Brasil, ouve pesquisadores e ativistas sobre possíveis caminhos para melhorar o quadro de segurança pública no país

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte dos nossos conteúdos são exclusivos para assinantes. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

    O Brasil vive uma situação de violência crônica. Em 2020, o número de homicídios voltou a crescer no país, e a letalidade policial bateu recorde. É um problema que afeta segmentos da população de maneiras diferentes, mas que também provoca uma sensação generalizada de insegurança. Um problema que envolve visões políticas e desigualdades históricas, formando um quadro complexo. Um quadro que, afinal, tem saída?

    A segurança pública é o tema do oitavo e último episódio da temporada do “Entreaberta”, podcast do Nexo produzido em parceria com o Instituto de Governo Aberto e a Fundação Friedrich Ebert Brasil. Qual o panorama e os fatores que contribuem para os índices alarmantes da violência no Brasil? Por que esse é um problema que atravessa a história do país? E quais os caminhos pra começar a desatar esse nó? Ouça:

    Entrevistados

    • Ana Paula Oliveira, pedagoga e cofundadora do movimento Mães de Manguinhos.
    • Camila Nunes Dias, socióloga, professora da Universidade Federal do ABC, autora de livros sobre o PCC e o crime organizado e pesquisadora do Núcleo de Estudos da Violência da USP.
    • Carolina Ricardo, diretora executiva do Instituto Sou da Paz.
    • Cecília Olliveira, jornalista investigativa, pós graduada em Criminalidade e Segurança Pública e diretora executiva do Instituto Fogo Cruzado.
    • Daniel Cerqueira, pesquisador do Ipea, presidente do Instituto Jones dos Santos Neves, conselheiro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e um dos coordenadores do Atlas da Violência.
    • Joel Luiz Costa, advogado e coordenador executivo no IDPN (Instituto de Defesa da População Negra).
    • Julita Lemgruber, coordenadora do Centro de estudos de Segurança e Cidadania, ex-diretora do Departamento do Sistema Penitenciário e ex-ouvidora de polícia do Estado do Rio de Janeiro.

    Assine o “Entreaberta” no tocador de sua preferência, como o Apple Podcasts e o Spotify. Confira todos os oito episódios da temporada.

    Materiais de referência

    • Matéria do Nexo sobre o que moveu os dados de segurança pública em 2020
    • Documento do Global Peace Index de 2021
    • Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2021
    • Matéria do jornal Folha de S.Paulo sobre mães de luto que atuam contra a violência
    • Página do Instituto Fogo Cruzado
    • Matéria do Nexo sobre estudos relacionados a armas e violência
    • Matéria do portal The Intercept Brasil sobre armas no Brasil
    • Material do Instituto Fogo Cruzado sobre a quantidade de tiroteios contabilizados durante 5 anos
    • Relatório semestral do Instituto Fogo Cruzado sobre tiroteios no Rio
    • Matéria do Nexo sobre controle das polícias
    • Matéria do Nexo que explica a legislação sobre drogas
    • Projeto coordenado pelo CESeC (Centro de Estudos de Segurança e Cidadania) sobre quanto custa a proibição de drogas
    • Matéria do Nexo que explica o projeto do ‘SUS da Segurança Pública’ e suas limitações

    O “Entreaberta” é uma parceria do Nexo Jornal com o Instituto de Governo Aberto, uma organização da sociedade civil que promove a transparência, participação e integridade para a defesa de direitos, e com a Fundação Friedrich Ebert Brasil, fundação política alemã para a promoção da democracia inclusiva, da economia sustentável e da justiça social.

    Colaborou Deisi Witz

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.