A Olimpíada rejuvenesce. E o Brasil surfa nessa onda

Medalhas de ouro no surfe e de prata no skate confirma país no primeiro escalão de modalidades inseridas no programa olímpico para atrair o público jovem

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte dos nossos conteúdos são exclusivos para assinantes. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

    Temas

    O surfista Ítalo Ferreira ganhou nesta terça-feira (27) a primeira medalha de ouro do Brasil na Olimpíada de Tóquio. Antes dele, os skatistas Kelvin Hoefler e Rayssa Leal conquistaram a prata no skate street. Ambas as modalidades estrearam como esportes olímpicos numa aposta dos organizadores para atrair a atenção do público jovem, como mostra o “Durma com essa”. O programa também conta com a participação da redatora Isabela Cruz, que fala sobre o novo ministro da Casa Civil, e do repórter especial João Paulo Charleaux, que comenta o anúncio dos EUA de retirar suas tropas do Iraque até o final de 2021.

    Assine o podcast: Spreaker | iTunes | Google | Spotify | Deezer | Outros apps (RSS)

    Colaborou Roberto Soares

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.