A recomendação da OMS para a quebra de patentes das vacinas

Relatório de painel de especialistas propõe suspensão de direito de propriedade intelectual num prazo de três meses

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte de nossos conteúdos são exclusivos para assinantes, mas esta seção é de acesso livre sempre. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

Um grupo de especialistas mobilizados pela OMS (Organização Mundial da Saúde) divulgou nesta quarta-feira (12) um relatório trazendo as suas conclusões sobre as respostas de governos à pandemia de covid-19. Após oito meses de trabalho, o Painel Independente para Prevenção e Resposta a Pandemias da OMS concluiu que a demora na tomada de medidas preventivas foi determinante para o tamanho do estrago causado pelo nova coronavírus. Além disso, o relatório recomenda doação de excedentes de vacinas por países ricos e a quebra de patentes de imunizantes, como conta o “Durma com essa”. O programa traz também a redatora Fernanda Boldrin falando sobre o pedido da Polícia Federal para investigar o ministro do Supremo Dias Toffoli e o repórter especial João Paulo Charleuax comentando a proposta de acordo entre oposição e governo na Venezuela.

Assine o podcast: Soundcloud | iTunes | Google | Spotify | Deezer | Outros apps (RSS)

Colaborou Mauricio Abbade

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.