O potencial de Renan Calheiros para fustigar Bolsonaro

Após mobilizações contrárias por parte de governistas, senador assume relatoria da CPI da Covid pregando oposição ao negacionismo

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte de nossos conteúdos são exclusivos para assinantes, mas esta seção é de acesso livre sempre. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

    Crítico recorrente do governo Bolsonaro, Renan Calheiros voltou a ganhar protagonismo ao ser nomeado relator da CPI da Covid do Senado nesta terça-feira (27). Parlamentares governistas tentaram impedir que ele assumisse o posto a todo custo, por meio de ação popular na Justiça, evocando questão de ordem e até convocando campanha nas redes sociais. Ao assumir a relatoria da comissão, Calheiros ressaltou que a investigação prezaria pela ciência e seria uma “antítese diária e estridente ao obscurantismo negacionista”. O “Durma com essa” explica como o senador se tornou uma ameaça a Bolsonaro. O programa traz ainda o redator Cesar Gaglioni, que fala sobre a rejeição do uso da vacina russa no Brasil, e o repórter especial João Paulo Charleaux, que comenta o pedido de ajuda internacional da Índia.

    Assine o podcast: Soundcloud | iTunes | Google | Spotify | Deezer | Outros apps (RSS)

    Colaborou Mauricio Abbade

    ESTÁ ERRADO: O programa se refere à vacina russa Sputnik V como “Sputnik cinco”. Na verdade, é “Sputnik vê”, com “v” de vacina.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.