Quais as contestações ao valor do auxílio emergencial

Governadores pedem que Congresso aumente benefício, que retorna em abril com parcela e alcance menores do que em 2020

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte de nossos conteúdos são exclusivos para assinantes, mas esta seção é de acesso livre sempre. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

Em audiência no Senado na quinta-feira (25), o ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu que o valor total destinado à nova rodada de auxílio emergencial não ultrapasse os R$ 44 bilhões definidos na PEC Emergencial aprovada pelo Congresso. A fala acontece um dia depois de um grupo de governadores assinar uma carta pedindo que o Congresso aumente o valor do benefício, que começa a ser pago em abril, por um período de quatro meses, e vai variar de R$ 150 a R$ 375. A justificativa é a gravidade da pandemia em 2021 e a importância de apoiar famílias de baixa renda para que elas possam ficar em casa. O “Durma com essa” explica como programas de transferência de renda auxiliam no controle da covid-19. O programa traz também o redator Estêvão Bertoni falando sobre as previsões da vacinação no país e o repórter especial João Paulo Charleaux comentando a pressão sobre o chanceler Ernesto Araújo.

Em razão da duração e do agravamento da pandemia, o Nexo está adotando semanas de quatro dias de trabalho como parte dos esforços pra cuidar da saúde física e mental de nossa equipe. Por esse motivo, excepcionalmente nesta sexta-feira (25), o Extratos da Semana, em vídeo e áudio, e a newsletter Durma com essa não serão veiculados.

Assine o podcast: Soundcloud | iTunes | Google | Spotify | Deezer | Outros apps (RSS)

Colaborou Mauricio Abbade

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.