A escassez e o desperdício de vacinas contra a covid-19

Prefeitura do Rio de Janeiro anuncia que pode ter que suspender campanha por falta de imunizantes. Profissionais de saúde de São Paulo denunciam doses desperdiçadas

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte de nossos conteúdos são exclusivos para assinantes, mas esta seção é de acesso livre sempre. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

O Rio de Janeiro corre o risco de ter sua campanha de vacinação interrompida por falta de vacinas contra a covid-19. Nesta quinta-feira (11), a prefeitura da cidade disse que só tem estoque de doses até sábado (13), quando está prevista a vacinação para idosos de 85 anos ou mais. Pelo menos outros três municípios do estado chegaram a suspender suas campanhas na última semana. Enquanto alguns temem a falta de vacinas, surgem relatos de desperdício de doses. O "Durma com essa" fala sobre (a falta de) estoques de vacinas. O programa traz ainda a participação do redator Estêvão Bertoni, que fala sobre o papel da vigilância genômica no controle da pandemia.

Assine o podcast: Soundcloud | iTunes | Google | Spotify | Deezer | Outros apps (RSS)

Colaborou Mauricio Abbade

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.