A fortuna dos bilionários em 2020, segundo um banco suíço

Relatório do UBS e da consultoria PwC registra ganho recorde em ano de pandemia. Empresários dos setores de tecnologia e de saúde foram os que mais acumularam

    O banco de investimentos suíço UBS e a consultoria PwC divulgaram nesta quarta-feira (7) um relatório que mostra que 2020 foi o ano em que os bilionários do mundo acumularam mais dinheiro desde quando o levantamento começou a ser feito, em 2015. O “Durma com essa” apresenta esses resultados e fala sobre as perspectivas de recuperação econômica e as desigualdades na pandemia. Também traz a redatora Isabela Cruz falando das inconsistências no currículo acadêmico de mais um indicado a ministro do presidente Jair Bolsonaro e o repórter especial João Paulo Charleaux comentando a trajetória do Aurora Dourada na Grécia, de terceiro maior partido no Parlamento a organização criminosa.

    Inscreva-se no festival “O Brasil em debate”, do Nexo + Nexo Políticas Públicas. São mesas, entrevistas e oficinas realizadas durante todo o mês de outubro. A participação é online e gratuita.

    Aproveite e também se cadastre na newsletter “O Brasil em debate”, o novo boletim diário noturno do Nexo que, além de trazer o podcast, apresenta os destaques da produção do jornal.

    Colaborou Mauricio Abbade

    ESTÁ ERRADO: No comentário sobre o currículo acadêmico dos ministros do Supremo, não foi citado que a ministra Carmen Lucia é professora titular da PUC de Minas Gerais. Também não foi citado que o ministro Marco Aurélio Mello foi professor da UnB.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.