O minimalismo erudito e pop de Philip Glass

Nome fundamental da música do século 20, o compositor americano criou trabalhos que transitaram por vanguarda, música popular, artes visuais, teatro e cinema

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte de nossos conteúdos são exclusivos para assinantes, mas esta seção é de acesso livre sempre. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

    Aos 83 anos de idade, o pianista e compositor americano é um dos nomes mais importantes da música do século 20. Esta edição do podcast Escuta narra sua trajetória, formação e influências, e destaca peças da obra do prolífico e colaborativo músico. Ao longo de sua carreira, Glass foi do pop ao erudito, sempre se mantendo fiel a seu estilo e técnica.

    Músicas do programa

    • Philip Glass — Dance 1 (de Einstein On The Beach)
    • Philip Glass — Symphony No.1 Low - Warszawa
    • David Bowie - Warszawa
    • Philip Glass — Music with Changing Parts
    • Anton Webern — Symphonie Op.21Alla Rakha e Ravi Shankar — Taba SoloSteve Reich - Piano Phase
    • Philip Glass - Strung Out
    • Philip Glass - Music in Twelve Parts
    • Philip Glass - Knee 2 (de Einstein On The Beach)
    • Philip Glass - Trilha de Koyaanisqatsi
    • Philip Glass - Concerto for Saxophone Quartet: Movement I
    • Uakti — Japurá River

    Dicas da edição

    • Sufjan Stevens - The Ascension
    • Sault - Stronger
    • Igor Levit — Palais de Mari

    Colaborou Mauricio Abbade

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.