A nota de R$ 200 já circula: saiba por que ela é controversa

Banco Central lança nova cédula para lidar com aumento de demanda por papel moeda na pandemia e com promessa de economia na impressão. Organizações anticorrupção apontam brechas para crimes

    O Banco Central pôs em circulação nesta quarta-feira (2) a nota de R$ 200. A autoridade monetária diz que a iniciativa atende a um aumento de demanda, especialmente por causa de saques do auxílio emergencial durante a pandemia do novo coronavírus. Organizações anticorrupção da sociedade civil dizem que a cédula de valor maior facilita crimes financeiros. O “Durma com essa” aborda esse debate e mostra as características da nova nota, que é ilustrada com um lobo-guará. O programa traz ainda a redatora Juliana Domingos de Lima falando sobre os dois anos do incêndio que destruiu o Museu Nacional do Rio e o repórter especial João Paulo Charleaux comentando um documento da Unicef com recomendações para a volta às aulas em meio à atual crise de saúde. Assine o Nexo e apoie o jornalismo independente de qualidade.

    Colaborou Laila Mouallem

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.