O eleitorado que vai votar em 2020. E as precauções sanitárias

Disputa municipal já foi adiada por causa da pandemia. Tribunal Superior Eleitoral descarta uso da biometria e estuda outras medidas para evitar contaminações

O Tribunal Superior Eleitoral divulgou nesta quarta-feira (5) o perfil dos brasileiros aptos a votar nas eleições municipais de novembro de 2020. Na apresentação dos dados, que entre outras coisas mostra um envelhecimento do eleitorado, o ministro Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, anunciou medidas que estão sendo estudadas para reduzir o risco de contaminação no dia da votação, por causa da pandemia do novo coronavírus. O “Durma com essa” explica quais são os planos oficiais e mostra a importância das eleições locais para o cenário nacional. O programa traz ainda o redator Guilherme Henrique falando das decisões do Supremo sobre o ex-ministro e ex-juiz da Lava Jato Sergio Moro e o repórter especial João Paulo Charleaux comentando a prisão do ex-presidente da Colômbia Álvaro Uribe.

Colaborou Laila Mouallem

ESTAVA ERRADO: A porcentagem de pessoas com mais de 35 anos que são obrigadas a votar cresceu de 53% do total de eleitores em 2016 para 56% em 2020, e não de 43% para 56%, como afirma um dos trechos do podcast.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

Já é assinante? x

Entre aqui

Continue sua leitura

Inscreva-se abaixo no Boletim Coronavírus, uma newsletter diária do Nexo: