Como a Rússia aparece na corrida pela vacina para covid-19

Governo russo anuncia que registrará imunizante contra o novo coronavírus em agosto. Não há documentos públicos sobre a pesquisa, que ainda não entrou na fase final de testes

A vice-primeira-ministra da Rússia Tatiana Golikova anunciou nesta quarta-feira (29) que uma vacina para a covid-19 em desenvolvimento no país será registrada em agosto. A aprovação regulatória ocorrerá antes dos resultados de testes clínicos com um grande número de pessoas, necessários para verificar se o imunizante é efetivo. O “Durma com essa” fala sobre como os russos capitalizam o anúncio e das lacunas no seu projeto. O programa traz também a redatora Isabela Cruz dando um panorama jurídico sobre as ações e reações à suspensão das contas de bolsonaristas no Twitter e no Facebook.

Colaborou Laila Mouallem

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.