Como Bolsonaro faz rebranding nas marcas de governos do PT

Programa Casa Verde Amarela vai substituir o Minha Casa Minha Vida na área habitacional, segundo ministro. Repaginação já foi tentada com o Médicos pelo Brasil, que não emplacou

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte dos nossos conteúdos são exclusivos para assinantes. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, afirmou na segunda-feira (6) em entrevista ao jornal Valor Econômico que o governo federal vai lançar o programa Casa Verde Amarela para substituir o Minha Casa Minha Vida. Já o ministro da Economia, Paulo Guedes, aposta no Renda Brasil para unificar benefícios no lugar do Bolsa Família. Enquanto isso, o Médicos pelo Brasil, lançado em agosto de 2019 para substituir o Mais Médicos, ainda patina. O “Durma com essa” de hoje trata das tentativas do governo Bolsonaro de mudar a cara de programas que foram marcos dos petistas Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. O redator Estêvão Bertoni fala sobre as orientações do Ministério da Saúde para quem apresenta sintomas leves de covid-19, e o repórter especial João Paulo Charleaux comenta a infiltração neonazista no exército alemão.

Material de referência:

Colaborou Laila Mouallem

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.