A previsão de queda histórica na economia do Brasil em 2020

Com agravamento da crise sanitária, Banco Mundial prevê recuo de 8% no PIB deste ano. Efeitos da pandemia já aparecem em indicadores de emprego e consumo

    O Banco Mundial divulgou na segunda-feira (8) um novo relatório com previsões para a economia global em 2020. Desde abril, quando lançou um estudo semelhante, o pessimismo aumentou. A queda projetada do PIB do Brasil passou de 5% para 8%. É uma das previsões mais negativas da América Latina. Para o banco, controlar a crise sanitária é fundamental para contornar esse cenário e evitar que o tombo seja ainda maior. Este episódio do “Durma com essa” destrincha as projeções e mostra quais efeitos da pandemia já aparecem em dados da economia brasileira. O redator Estêvão Bertoni fala sobre as plataformas alternativas que se articulam para divulgar os dados da pandemia no Brasil, e o repórter especial João Paulo Charleaux comenta os ataques de manifestantes do Reino Unido e da Bélgica a estátuas de figuras históricas ligadas à escravidão.

    Colaborou Natan Novelli Tu

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.