Ir direto ao conteúdo

O Enem com inscrições abertas. E a pressão para adiar o exame

Porta de entrada para universidades públicas federais, exame mantém cronograma para 2020 apesar de pedidos de secretarias estaduais de educação, que alertam para o impacto da pandemia no ensino

    O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) começou a receber inscrições na segunda-feira (11) e vai manter o cronograma original apesar da pandemia do novo coronavírus, que paralisou aulas em todo o país. Secretarias estaduais de educação, responsáveis pelo ensino médio público, pediram o adiamento da prova. Mas o ministro da Educação, Abraham Weintraub, defende que todos os alunos serão prejudicados da mesma forma, e por isso o exame deve ser mantido. Especialistas, no entanto, alertam que o impacto será maior entre estudantes da rede pública, que têm menos acesso a tecnologias que viabilizam aulas a distância. Este é o tema principal do Durma com essa’’ de hoje. Participam também o redator Estêvão Bertoni, que fala sobre a entrada de militares na equipe de Nelson Teich no Ministério da Saúde, e do repórter especial João Paulo Charleaux, que comenta os temores da abertura de países europeus após a quarentena.

    Colaborou Laila Mouallem

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.