Bolsonaro contra governadores: ataques, rompimento e cálculo

Presidente reforça críticas a chefes de Executivo estaduais e discute com Doria em teleconferência. Aliado, Caiado rompe com o Planalto

No dia seguinte ao pronunciamento de TV em que adotou um tom de confronto, Jair Bolsonaro reiterou nesta quarta-feira (25) os ataques a governadores que impõem medidas restritivas de circulação durante a pandemia do novo coronavírus. O presidente discutiu com João Doria em teleconferência e acusou o tucano de estar em campanha para 2022. Em Goiás, Ronaldo Caiado disse que Bolsonaro, de quem é próximo, quer “lavar as mãos e responsabilizar outras pessoas por um eventual colapso” na economia. O “Durma com essa” também traz o comentário do repórter especial Camilo Rocha sobre o “isolamento vertical” defendido pelo Palácio do Planalto. O correspondente internacional João Paulo Charleaux fala sobre as ações da Índia, um dos países mais populosos do mundo, para combater contaminações.

Colaborou Laila Mouallem

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

Já é assinante? x

Entre aqui

Continue sua leitura

Inscreva-se abaixo no Boletim Coronavírus, uma newsletter diária do Nexo: