Ir direto ao conteúdo

A piada de Bolsonaro no Mercosul: ‘não dá para dar um golpe?’

Paraguai, com Mario Abdo Benítez, passa a liderar grupo que fomenta integração regional na América do Sul. Entenda como fica o equilíbrio político no continente

    Jair Bolsonaro passou nesta quinta-feira (5) o comando temporário do Mercosul para Mario Abdo Benítez durante cúpula no Rio Grande do Sul. "Não dá para dar um golpe?", disse o presidente brasileiro ao colega paraguaio, brincando sobre a possibilidade de permanecer à frente do bloco. O "Durma com essa" conta neste episódio a história, os impasses e os desafios do grupo que reúne Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai (a Venezuela está suspensa desde o fim de 2016), diante de uma nova configuração política na América do Sul. Ouça:

    Colaborou Laila Mouallem

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

    Mais recentes