Ir direto ao conteúdo

O impasse na eleição que pode tirar Evo Morales do poder na Bolívia

Ex-presidente Carlos Mesa ameaça hegemonia do atual mandatário, que busca a quarta reeleição consecutiva

    Depois de bolivianos irem às urnas no domingo (20), apuração indica Evo Morales à frente e Carlos Mesa em segundo lugar na disputa pela presidência. Resultado parcial aponta que haverá segundo turno, algo inédito na Bolívia em anos recentes. Entenda no Durma com essa a trajetória de Evo, no poder desde 2006 e que agora busca a quarta reeleição. E também a trajetória de Mesa, que foi presidente entre 2003 e 2005. Ouça:

    Material de referência:

    Colaboraram Natan Novelli Tu e Ricardo Monteiro

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

    Mais recentes