Ir direto ao conteúdo

O novo julgamento no Supremo sobre prisões em 2ª instância

Impacto no caso Lula dependerá do entendimento dos ministros, que retomam caso após seguidos adiamentos

    Presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli marcou para quinta-feira (17) o julgamento das ações que questionam a constitucionalidade do cumprimento de pena a partir da condenação em segunda instância judicial. O “Durma com essa” conta como o tema influenciou a Lava Jato e a prisão do ex-presidente Lula. Ouça:

     
     

    Colaborou Laila Mouallem

    ESTAVA ERRADO: A primeira versão deste episódio dizia que Lula poderia ser solto caso o Supremo optasse pelo cumprimento de pena após condenação no Superior Tribunal de Justiça. Na verdade, nesse cenário, ele continuaria cumprindo pena. A informação foi corrigida às 17h de 16 de outubro de 2019.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

    Mais recentes