Ir direto ao conteúdo

As crises econômica e política por trás dos protestos no Equador

País está em estado de exceção. Manifestantes invadem Assembleia Nacional

    O presidente do Equador, Lenín Moreno, mudou a sede do governo de Quito para Guayaquil, em meio a protestos que têm levado milhares de pessoas às ruas. Nesta terça-feira (8), manifestantes chegaram a invadir a Assembleia Nacional do país.  O “Durma com essa” trata do pano de fundo político e econômico que ajuda a explicar a crise. Ouça:

     

    Colaborou Laila Mouallem

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

    Mais recentes