Ir direto ao conteúdo

Lula meio livre: a progressão de regime do ex-presidente

Procuradores da Lava Jato pedem que petista vá para o regime semiaberto. Em carta, político diz que não vai ‘barganhar’ sua saída da prisão. Decisão está nas mãos da Justiça

    Luiz Inácio Lula da Silva, de 73 anos, divulgou uma carta nesta segunda-feira (30) na qual afirma que não vai “barganhar” sua saída da prisão. A declaração ocorre dias depois de procuradores da Lava Jato pedirem que ele deixe o regime fechado e vá para o regime semiaberto, em que é possível trabalhar ou estudar de dia e apenas dormir na cadeia. O petista e seus advogados querem, na verdade, que o caso tríplex seja anulado. Foi esse processo que levou Lula à prisão e barrou sua candidatura à Presidência em 2018. A situação jurídica do ex-presidente, porém, não se resume a ele. Ouça no “Durma com essa”:

     

    Colaborou Ricardo Monteiro

     

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.