Ir direto ao conteúdo

Como o sarampo voltou a preocupar o mundo

São Paulo registra surto da doença três anos depois de ela ser erradicada no Brasil. População mundial afetada pelo vírus em 2019 é a maior desde 2006

O estado de São Paulo vive um surto de sarampo em 2019, depois de quatro anos sem registrar casos da doença. O Rio de Janeiro e a Bahia também tiveram moradores afetados pelo vírus, e em 2018 Amazonas e Roraima tiveram centenas de ocorrências, dois anos depois de a Organização Mundial de Saúde considerar a doença erradicada no país. Não é só no Brasil que a incidência do sarampo aumenta: em 2019, o mundo registrou o maior número de casos desde 2006. Pobreza, guerra, despreocupação e até movimentos antivacina ajudam a explicar o momento. Ouça em mais um episódio do "Durma com essa":

 

 

Colaborou Laila Mouallem

 

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

Mais recentes