O histórico de massacres. E a baixa empatia com os presos

Rebelião em Altamira no Pará resultou na morte de 57 pessoas em unidade prisional. Entenda o caso e as reações ao episódio

    Ao ser questionado nesta terça-feira (30) sobre a rebelião que, no dia anterior, acabou no assassinato de 57 presos em Altamira, no Pará, o presidente Jair Bolsonaro respondeu: “pergunta para as vítimas dos que morreram lá o que elas acham”. Este episódio do “Durma com essa” relembra outros casos de massacres no Brasil e resgata opiniões de especialistas sobre os motivos de mortes violentas dentro de presídios gerarem pouca empatia em parte da opinião pública.

     

    Material de referência

    Colaborou Laila Mouallem

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.