A noite em que a discoteca foi queimada na fogueira

No fim dos anos 1970, milhares de fãs de rock expressaram de maneira violenta sua rejeição à música das pistas de dança nos Estados Unidos

    Temas

    A noite de 12 de Julho de 1979 entrou para a história da música pop como “Disco Demolition Night”. Numa partida de beisebol no estádio Comiskey Park, na cidade de Chicago, nos Estados Unidos, uma ação promocional convocada pelo DJ Steve Dahl oferecia desconto nos ingressos para cada LP de “disco music” ( a música de discoteca) que fosse levado para ser destruído durante a disputa. Mais de 50 mil pessoas compareceram, e o ato resultou numa onda de violência e depredação que impediu a continuação do jogo.

    Esta edição do “Escuta”, podcast de música do Nexo, desvenda o contexto por trás do evento, alimentado por um discurso de ódio contra a música da disco, mas também contra negros, homossexuais e mulheres que a consumiam e produziam. O episódio também apresenta uma playlist de 50 músicas que ajudam a definir a disco como gênero e cultura: de influências a reverberações, passando por faixas clássicas e obscuras. A playlist está disponível para ser ouvida no perfil do Nexo no Spotify.

     

     

    Dicas

    Quantic – Atlantic Oscillations

    Jamilla Woods – LEGACY! LEGACY!

    Karen Gwyer – Cherries on Shoulders

    Músicas do programa

    Carol Douglas – Doctor's Orders

    The Trammps – Disco Inferno

    Bee Gees – Stayin' Alive

    Rolling Stones – Miss You

    Kiss – I Was Made for Loving You

    As Frenéticas – Dancing Days

    Chic – Le Freak

    Manu Dibango – Soul Makossa

    Harold Melvin & The Blue Notes – The Love I Lost

    Donna Summer – I Feel Love

    Gloria Gaynor – Never Can Say Goodbye

    Ouça a playlist no Spotify com 50 músicas que definiram a disco

    Colaborou Laila Mouallem

     

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.