Ir direto ao conteúdo

As suspeitas de interferência de Moro nas delações premiadas

Diálogos entre procuradores sugerem que então juiz da Lava Jato impôs condições para aceitar acordo com executivos de uma empreiteira

    Conversas entre procuradores da Lava Jato reveladas pelo jornal Folha de S.Paulo nesta quinta-feira (18) sugerem que Sergio Moro interferiu em uma delação premiada da operação. O ex-juiz que agora é ministro do governo de Jair Bolsonaro diz não ver problemas nos diálogos ocorridos via Telegram em 2015. Mas a Lei das Organizações Criminosas aprovada em 2013 impõe restrições a esse tipo de atuação. Este “Durma com essa” explica o que é uma delação premiada, relembra como ela foi importante na Lava Jato e como ela aparece agora nos vazamentos que colocam em xeque os métodos e procedimentos adotados por parte dos integrantes da maior operação contra a corrupção já realizada no país.

     
     

    Materiais de referência

    Colaborou Laila Mouallem

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

    Mais recentes