Ir direto ao conteúdo

Quem é o ministro ‘terrivelmente evangélico’ de Bolsonaro

Chefe da Advocacia-Geral da União, André Luiz Mendonça é cotado para ser indicado por presidente para vaga no Supremo Tribunal Federal

    O presidente Jair Bolsonaro chamou o ministro-chefe da Advocacia-Geral da União, André Luiz Mendonça, de “terrivelmente evangélico” nesta segunda-feira (15). Bolsonaro fez alusão a uma fala anterior sua, de uma semana antes, quando disse que iria indicar um ministro para o Supremo Tribunal Federal que fosse “terrivelmente evangélico”. Uma vaga na mais alta corte do país será aberta em novembro de 2020, com a aposentadoria compulsória de Celso de Mello. Entenda neste “Durma com essa” quem é Mendonça e qual o peso político de grupos evangélicos no Brasil hoje. Ouça abaixo:

     

    Colaborou Laila Mouallem

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

    Mais recentes