A morte de Mursi. E o que restou da Primavera Árabe

Ex-presidente do Egito foi o primeiro eleito de forma livre no país e estava preso desde 2013, após ser derrubado por militares

    Mohamed Mursi morreu nesta segunda-feira (17), no Cairo, enquanto prestava depoimento em um tribunal. Primeiro presidente eleito de forma livre no Egito, em 2012,  depois da Primavera Árabe de 2011, ele havia sido deposto e preso em 2013. Morsi estava na cadeia desde então e era ligado ao grupo fundamentalista Irmandade Muçulmana. Entenda neste episódio do “Durma com essa” o que mudou no mundo árabe de sua chegada ao poder até sua prisão e morte.

     

    Colaborou Laura Capelhuchnik

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.