Ir direto ao conteúdo

A reação de Bolsonaro ao protesto contra os cortes na educação

Em dia marcado por protestos nas ruas, manifestantes são chamados de ‘idiotas úteis’ pelo presidente, que está em Dallas

    Estudantes, professores, pesquisadores e movimentos sociais saíram às ruas nesta quarta-feira (15), em protesto contra os cortes na Educação. E o presidente Jair Bolsonaro, durante visita a Dallas, no estado americano do Texas, disse o seguinte dos manifestantes, ao ser questionado sobre os protestos: “É natural, é natural. Agora... a maioria ali é militante. É militante. Não tem nada na cabeça. Se perguntar [quanto é] sete vezes oito não sabe. Se perguntar a fórmula da água, não sabe. Não sabe nada. São uns idiotas úteis, uns imbecis que estão sendo utilizados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo de muitas universidades federais do Brasil”.

     

    Colaborou Laura Capelhuchnik

    ESTÁ ERRADO: Nesta edição do “Durma com essa”, Viktor Orbán é chamado de presidente da Hungria. Na verdade, ele é primeiro-ministro.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.