Quem foi Júlio Barroso. E os anos 1980 no pop brasileiro

Conheça a trajetória e o legado do jornalista, músico, DJ, poeta e líder da banda Gang 90

    Temas

    Esta edição do Escuta, podcast de música do Nexo, conta a história de uma figura fundamental para a cena pop brasileira nos anos 1980: Júlio Barroso (1953-1984).

    Do passado hippie em Brasília passando pelos anos em Nova York e a vida entre São Paulo Rio de Janeiro, sua trajetória é marcada pela incessante pesquisa de sonoridades. Com seu trabalho, trouxe para o contexto cultural brasileiro algumas das ideias que conheceu no exterior, em um momento de abertura política, no final da ditadura militar.

 Foi o criador da Gang 90 e as Absurdettes, banda que praticamente inaugurou a new wave no Brasil, abrindo caminho para bandas de rock nacional na década de 1980. Uniu irreverência e sexualidade nas letras com ritmos importados do pós punk inglês e norte americano.

    Esta edição conta a participação da vocalista e tecladista Taciana Barros, que trouxe de volta a Gang 90, e o jornalista Antônio Carlos Miguel, parceiro de Barroso na revista Música do Planeta Terra. Participam também a poeta Natalia Barros e o jornalista Ricardo Alexandre.

     

    Dicas

    Long Strange Trip – Documentário sobre o Grateful Dead (Trailer)


    Jessica Pratt – Quiet Signs


    Prins Thomas – Ambitions


    Músicas do programa

    Gang 90 e as Absurdettes – Telefone

    Gang 90 e as Absurdettes – Nosso Louco Amor

    Gang 90 e as Absurdettes – Perdidos na Selva

    Gang 90 e as Absurdettes – Convite ao Prazer

    Gang 90 e as Absurdettes – Jack Kerouac

    Gang 90 e as Absurdettes – Noite e Dia

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.