Ir direto ao conteúdo

O suicídio do ex-presidente do Peru na hora da prisão

Alan García era alvo de investigações da Lava Jato por suspeitas de ter recebido propina da Odebrecht

    O ex-presidente peruano Alan García cometeu suicídio na manhã desta quarta-feira (17), em Lima, quando policiais haviam ido a sua casa para cumprir ordem de prisão preliminar. O político estava sendo investigado por suspeitas de corrupção ligadas à construtora Odebrecht. García foi presidente do Peru entre 1985 e 1990 e, depois, entre 2006 e 2011. Neste “Durma com Essa”, entenda como a Operação Lava Jato chegou ao Peru e levou à investigação de outros quatro ex-presidentes peruanos.

     

    Colaborou Laura Capelhuchnik

     

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

    Mais recentes