As chuvas e mortes no Rio: um roteiro que se repete

Alagamentos e deslizamentos na capital fluminense deixam ao menos 10 vítimas. A tragédia que acontece todo ano

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte dos nossos conteúdos são exclusivos para assinantes. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

Chuvas intensas atingiram o Rio na noite de segunda-feira (8) e avançaram pela madrugada desta terça-feira (9). Até o início da noite, o saldo era de dez pessoas mortas e mais de 1.200 desalojadas. A capital fluminense teve dezenas de pontos de alagamento, quedas de árvores e trânsito paralisado. O prefeito Marcelo Crivella disse que o volume de chuva foi atípico. Entenda neste “Durma com essa” o que pode ser feito para que esse tipo de tragédia não se repita tanto no Brasil. Ouça:

Assine o podcast: Spreaker | Apple Podcasts | Deezer | Google Podcasts | Spotify | Outros apps (RSS)

Colaborou Laura Capelhuchnik

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.