Ir direto ao conteúdo

Bolsonaro em Jerusalém: a simbologia do Muro das Lamentações

Presidente do Brasil faz visita ao local mais sagrado para o judaísmo na companhia do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu

    O presidente Jair Bolsonaro visitou nesta segunda-feira (1) o Muro das Lamentações, em Jerusalém, ao lado do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. Foi a primeira vez que um chefe de Estado estrangeiro esteve no local mais sagrado para o judaísmo ao lado de um premiê israelense. Entenda neste “Durma com essa” os símbolos históricos e políticos que estão por trás desse encontro.

     

    Colaborou Laura Capelhcuchnik

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.