Ir direto ao conteúdo

O sobe e desce do dólar diante da briga de Bolsonaro e Maia

Cotação da moeda americana em reais oscila enquanto presidente da República e presidente da Câmara se atacam publicamente - para em seguida buscar apaziguar a relação

    O preço do dólar começou a manhã desta quinta-feira (28) em alta, passando dos R$ 4. Ao fim do dia, a cotação estava em queda. Essa volatilidade está ligada, entre outros fatores, à briga entre o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em torno do andamento da reforma da Previdência. Este "Durma com essa" explica a dinâmica do mercado de câmbio em meio à tensão entre Poder Executivo e Legislativo. 

     

    Colaborou Laura Capelhcuchnik

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.