O avanço do caso Marielle. E a reação dos Bolsonaro

Foto de presidente abraçado a um acusado circula na rede. Outro acusado tem casa no mesmo condomínio. Delegado destaca que isso não diz muito

    Um policial militar reformado e um ex-policial foram presos nesta terça-feira (12) acusados de matar a vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes. O crime aconteceu em 14 de março de 2018 e chocou o país. Após as detenções de Ronnie Lessa e Élcio Queiroz pela manhã, circulou foto do presidente Jair Bolsonaro abraçado com um deles. Também chamou atenção o fato de o outro acusado morar no mesmo condomínio que Bolsonaro. E de um filho do presidente ter namorado a filha do acusado. Questionado por jornalistas, o delegado responsável pelo caso Mariele destacou que “isso não diz muita coisa”. O próprio presidente afirmou que tira foto com muita gente. Esses relatos estão neste “Durma com Essa”. Ouça:

     

    Colaborou Laura Capelhuchnik

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.