As prisões de Brumadinho. E a impunidade de Mariana

Polícia cumpre mandados no caso do rompimento da barragem da cidade mineira. Tragédia de 2015 permanece sem culpados nem punidos

    Três funcionários da Vale foram presos nesta terça-feira (29) na região metropolitana de Belo Horizonte. A empresa é responsável pela barragem que colapsou na cidade de Brumadinho, em Minas Gerais, na sexta-feira (25), deixando dezenas de mortos e quase 300 desaparecidos. Ministério Público e polícia investigam se os laudos que atestavam a segurança da barragem foram fraudados. Este “Durma com Essa” relata os mais recentes desdobramentos do desastre e resgata o caso de Mariana, cuja tragédia de três anos atrás ainda permanece sem culpados formais. Ouça:

     

    Colaborou Ricardo Monteiro

     

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

    Já é assinante? x

    Entre aqui

    Continue sua leitura

    Inscreva-se abaixo no Boletim Coronavírus, uma newsletter diária do Nexo: