Ir direto ao conteúdo

Os Três Poderes da República. E os freios contra os excessos

Este é o ‘Politiquês’, o podcast de política do ‘Nexo’. Nesta edição, uma conversa sobre as relações entre Executivo, Legislativo e Judiciário

A partir de 2019, o Brasil terá um novo Executivo — composto por Jair Bolsonaro (PSL) e seus ministros — e um novo Legislativo. Mas um mesmo Judiciário. Os papéis que cada um dos Três Poderes tem sobre decisões importantes da República são alvo de debate constante. E agora ganham ainda mais destaque com um presidente eleito associado a práticas antidemocráticas.

Para entender a história da separação de poderes e saber quais são os dispositivos para os excessos, o “Politiquês” conversou com a doutora em História pela USP e professora da Unifesp Andréa Slemian e com o professor de Direito Constitucional da FGV-Rio Diego Werneck Arguelhes. A dica de leitura foi da jornalista Anna Virginia Balloussier, e a trilha sonora é de Giovani Cidreira.

 

Materiais de referência

Com produção de Laila Moualleme colaboração de Ricardo Monteiro

 

ESTAVA ERRADO: O nome de Diego Werneck Arguelhes foi grafado incorretamente na primeira versão deste texto. A correção foi feita às 14h25 do dia 30 de outubro de 2018.

 

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

Mais recentes