Ir direto ao conteúdo

O voto de Goldman no PT. E a cisão interna do PSDB

Apoio de dirigente tucano ao candidato petista expõe racha na sigla, que perdeu espaço nas eleições de 2018

    Alberto Goldman, um dos líderes do PSDB em São Paulo, declarou voto, nesta quarta-feira (24), em Fernando Haddad no segundo turno das eleições presidenciais. Enquanto isso, João Doria, candidato tucano ao governo paulista, apoia abertamente Jair Bolsonaro. Com o mau desempenho de Geraldo Alckmin no primeiro turno, a redução da bancada no Congresso e a falta de união entre os dirigentes, o PSDB passa por uma crise. Entenda como partido chegou até aqui no “Durma com essa”. Ouça:

     

    Com colaboração de Laura Capelhuchnik

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.