Ir direto ao conteúdo

Bolsonaro fora de debates. E o peso dos encontros cara a cara

Candidato do PSL à Presidência não poderá ir a quatro embates com Fernando Haddad na TV. O 'Durma com essa' discute qual a influência disso na campanha

    Os médicos da equipe que cuida de Jair Bolsonaro examinaram o candidato do PSL à Presidência nesta quarta-feira e aconselharam repouso. Bolsonaro só vai ter alta para atividades públicas a partir de quinta-feira da semana que vem, dia 18. Com isso, ele deve ficar de fora de pelo menos quatro debates presidenciais na TV que já estavam marcados. E deve comparecer apenas a dois debates com Fernando Haddad, do PT, até a votação de 28 de outubro. Mas qual é o impacto dos encontros cara a cara? Ouça:

     

    Com colaboração de Laura Capelhuchnik

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.