A relevância da música de Belchior, segundo artistas e jornalistas

Este podcast traz uma conversa sobre a temática das canções do compositor, que morreu no dia 29 de abril aos 70 anos

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte de nossos conteúdos são exclusivos para assinantes, mas esta seção é de acesso livre sempre. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

    Belchior morreu no sábado (29), aos 70 anos, em Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul. O governo do Ceará, Estado onde o cantor nasceu, decretou luto oficial de três dias.

    Em 1976, o compositor lançou seu álbum mais importante, “Alucinação”.  A música do cantor de “A palo seco” e “Velha roupa colorida” permanece relevante até hoje.

    Em outubro de 2016, por ocasião dos 40 anos do disco, o podcast do Nexo conversou sobre a poética de Belchior e o contexto histórico de suas músicas com os jornalistas Renato Vieira, Jotabê Medeiros e Marcelo Costa e os músicos Assucena Assucena (As Bahias e a Cozinha Mineira) e Helio Flandres (Vanguart).

    Assine o podcast: Soundcloud | iTunes | Outros apps (RSS)

     

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.