Ir direto ao conteúdo

Trans·tor·no

Em um dos primeiros diagnósticos do que hoje conhecemos como “transtorno bipolar de humor”, o psiquiatra francês Jean-Pierre Falret chama essa condição de “folie circulaire”, “loucura circular”. Aos poucos, o termo “loucura” foi suprimido, por ser considerado estigmatizante. Mas talvez a ideia de “círculo” ainda faça sentido para pensar os ciclos de depressão e mania característicos do quadro.

E a circularidade foi preservada na palavra “transtorno”, datada do século 19. Segundo o dicionário Houaiss, “tornus” em latim era o “torno, máquina de tornear marfim, madeira etc.”, além de “forma arredondada, curvatura; movimento circular”, daí o verbo “tornare”, com os sentidos de “tornear, arredondar, volver, revolver nos dedos”. Talvez o transtornado só esteja andando em círculos. Talvez esteja um pouco além do torneado. Preso nos giros frenéticos do torno, virado de cabeça pra baixo, transformou-se em outra coisa.

Em inglês, transtorno é desordem, distúrbio na ordem, “disorder”. Em português, é sinônimo de incômodo, contratempo, desarranjo, transtornação — sua forma mais longa e transtornadora. Às vezes o transtorno é só uma obra na rua ou no hall do prédio, acompanhada da placa “desculpe o transtorno”. Outras é visto como patologia, mas talvez ainda passe para o outro lado, da “normalidade”, como outras qualidades humanas que um dia foram consideradas doenças e hoje são celebradas com orgulho.

O turista dá uma volta pelo mundo, o artista sai em turnê. Todos estamos girando com a Terra em torno dela mesma e em torno do Sol. Alguns (aí me incluo) sentem a cabeça girar por dentro, mais do que o resto. Rotação, translação, transtornação.

Sofia Mariutti 

Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do Nexo.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

Mais recentes

Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!