Ver·ti·gem

A vertigem é um movimento sem movimento. Pode ser a sensação de que a Terra parou e você continuou girando ou que, pelo contrário, a Terra acelerou e você, de repente, ficou para trás. A palavra tem a mesma raiz que “wrong”, “errado” em inglês (do protoindo-europeu “*wer-”). Um dicionário diz que, figurativamente, a “vertigem" é uma “loucura momentânea, tentação súbita, ato impetuoso de irreflexão”. Ela pode ser uma forma de erro, pode ser uma forma de desrazão. Vem de “vertere”, mesmo lugar que os “versos” da poesia.

Sofia Nestrovski é mestre em teoria literária pela USP e colabora para revistas como Piauí, Quatro cinco um e Cult.

Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do Nexo.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Gosta do nosso jornalismo?

Somos um jornal independente, por assinatura, e sem publicidade, financiado por vocês, nossos leitores. Jornalismo de qualidade no qual você pode confiar.

  • → O essencial para estar bem informado todos os dias
  • → Notícias de forma clara, equilibrada e organizada
  • → Newsletters exclusivas
  • → Acesso a nossos gráficos e especiais

Esteja conectado com o melhor da informação.
Torne-se um assinante. Junte-se ao Nexo!